top of page
Barriga de grávida

Tudo sobre Fertilização in vitro
 

Inseminação Artificial x Fertilização In Vitro: Quais são as diferenças?


Muitas pessoas ainda acreditam que Fertilização In vitro e Inseminação Artificial são o mesmo tratamento, mas eles possuem diferenças não só na execução/complexidade mas também na indicação.


Se você tem essa dúvida, continue essa leitura que de forma breve e sucinta vamos lhe explicar.


A principal diferença é que enquanto na Inseminação Artificial o espermatozoide é inserido dentro do útero da mulher, na Fertilização In Vitro a fecundação do óvulo e do espermatozóide é feita em laboratório e depois são inseridos no útero, nesse caso a transferência pode ser a fresco ou com embrião congelado e depois descongelado.


Inseminação Intrauterina, como funciona?


Considerada um tratamento de baixa complexidade, o objetivo da Inseminação Intrauterina, popularmente conhecida como Inseminação Artificial, é diminuir o caminho percorrido pelo espermatozóide até o óvulo.

Nesta técnica, o sêmen é depositado diretamente na cavidade uterina, quando a mulher estiver ovulando para ser fecundado na tuba uterina.

Para realizar o procedimento, o sêmen é coletado através da masturbação e separado em laboratório a fim de selecionar os espermatozóides com maior potencial.

Para quem é indicada a Inseminação Intrauterina?

Esse tratamento é indicado quando a mulher que tem as tubas normais, sem obstrução. O procedimento ocorre após a indução da ovulação através de medicamentos.

O tratamento também é indicado em casos de infertilidade sem causa aparente e quando o homem tem espermatozóides em quantidade ou motilidade insatisfatória no ejaculado.


Fertilização In Vitro, como funciona?


A Fertilização In Vitro é considerada um tratamento de alta complexidade, a fecundação do óvulo com o espermatozoide é realizada em ambiente laboratorial, formando embriões que serão cultivados, selecionados e transferidos para o útero.

A coleta dos óvulos e do sêmen ocorre da mesma forma, os óvulos são aspirados por uma agulha e colocados em um meio de cultivo rico em nutrientes em temperatura e condições ideais. Em seguida, são colocados fecundados no laboratório com o sêmen do parceiro. Após sua fertilização, o óvulo é mantido em uma incubadora, onde começa a ocorrer a divisão celular e formação dos embriões.

Posteriormente, o embrião pode ser congelado ou colocado no útero da mulher.

Para quem é indicada a Fertilização In Vitro?

A Fertilização In Vitro é indicada para problemas graves que provocam a infertilidade, como alterações tubárias, endometriose, laqueadura, vasectomia, menopausa precoce, baixa qualidade dos óvulos e alteração dos espermatozóides, em casos onde não há presença do útero, e para casais homoafetivos femininos e masculinos (por útero de substituição).


Ambos tratamentos são opções excelentes para casos específicos, cabe ao especialista em reprodução assistida, com base nos exames e histórico de cada casal, definir o mais indicado.


Se você quer saber mais sobre esse tema, fale com nossa equipe e agende uma consulta com um dos nossos especialistas, nosso objetivo é dar vida ao seu sonho!



bottom of page