Skip to main content
Sobrepeso e obesidade afetam a fertilidade e tratamentos

Sobrepeso e obesidade afetam a fertilidade e tratamentos

Não se trata de mito. O sobrepeso e a obesidade podem interferir de forma expressiva na capacidade reprodutiva de homens e mulheres e a explicação é científica: o quadro afeta os ciclos hormonais.  Também podem atrapalhar a resposta ovariana durante os ciclos de fertilização in vitro.

“O excesso de peso nas mulheres causa ciclos menstruais irregulares associados à disfunção ovulatória”, explica o ginecologista Paulo Padovani, diretor do Centro de Reprodução Humana de Piracicaba.

O excesso de gordura, segundo o médico, faz com que o corpo produza maior quantidade de estrógeno, levando o organismo a limitar a produção hormonal ovariana, o que reduz as chances de ovulação e gravidez.

E por causa da obesidade, algumas mulheres podem desenvolver problemas mais sérios, como a síndrome dos ovários policísticos e a interrupção ovulatória causada pelo hipotireoidismo (quando a glândula tireoide não produz hormônio o suficiente).

“Esse quadro pode atrapalhar a resposta ovariana durante os ciclos de fertilização in vitro, pois a estimulação com hormônios geralmente é mais longa e exige uma maior dose de medicamentos”, diz. Nesses casos, é maior o risco de cancelamento de ciclos e menor a taxa de captura de óvulos.

Para mulheres com obesidade, ausência de ovulação e menos de 35 anos, Padovani aconselha a redução de 5 a 10% do peso total, num período de até seis meses. Com essa condição mais favorável, pode-se realizar a indução da ovulação por meio de medicamentos orais. “No caso de a paciente não engravidar no espaço entre três e seis ciclos, indica-se a realização da fertilização in vitro, uma das técnicas de reprodução assistida”, orienta.

Jornalistas responsáveis: Flávia Paschoal/Marisa Massiarelli Setto – Toda Mídia Comunicação

DR. PAULO ARTHUR MACHADO PADOVANI
Ginecologista | CRM 39.536

• Formado pela Faculdade de Medicina de Jundiaí
• Pós-graduado lato-sensu pela Faculdade de Medicina de Jundiaí e Associação Instituto Sapientiae
• Especialista em ginecologia e obstetrícia, e habilitação em laparoscopia
• Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida
• Possui título de Capacitação em Reprodução Assistida emitido pela Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida

 

2 thoughts to “Sobrepeso e obesidade afetam a fertilidade e tratamentos”

  1. Gostaria de doar meus óvulos, tem algum hospital específico? Ou é igual doação de sangue, vai na Santa Casa de Misericórdia e pronto?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *